Como se locomover entre as ilhas gregas: ferry boat, carro e avião

Planejar uma viagem a Grécia inclui saber como se locomover entre as ilhas gregas. São mais de 6 mil pequenos pedaços de paraísos e ainda tem o deslocamento pelo continente. Mas pode ficar tranquilo, pois trago uma boa notícia: se locomover pela Grécia pode ser mais fácil do que você pensa!

Como se locomover entre as ilhas gregas: ferry boat, carro e avião

Ferry boat (barco)

O sistema de transportes para se locomover entre as ilhas gregas é todo interligado e o jeito mais fácil de ir entre uma ilha e outra é usando o ferry boat.

locomover entre as ilhas gregasLeia também: Ilhas gregas: 4 ideias de roteiros para todos gostos, bolsos e ocasiões!

Para quem não sabe, ferry boat são enormes embarcações que podem transportar centenas de passageiros e veículos de pequeno e grande porte. Eles costumam ter vários andares e em alguns casos existe até divisão entre primeira classe e econômica. Alguns oferecem serviço de bordo, restaurante e até mesmo wi-fi durante a viagem.

O ferry boat é viável na maioria dos casos, inclusive como a opção mais econômica  para se locomover entre as ilhas gregas. Mas sempre recomendo verificar a distância entre o percurso que deseja fazer para saber o tempo de viagem. Para isso, o melhor jeito é utilizar o site ou aplicativo do Rome2Rio, que te ajuda a descobrir como chegar em qualquer lugar e mostra todas as maneiras possíveis.

locomover entre as ilhas gregas

No exemplo que simulei, a viagem entre Atenas e Míconos pode levar cerca de 40 minutos de avião ou até mesmo quase 7 horas se for feita de ferry boat. Então é preciso considerar além dos custos o tempo necessário para fazer uma viagem. Note que esse site indica os preços aproximados de cada opção e ainda mostra o site das empresas caso queira realizar a compra.

MEU ROTEIRO:

Assim, você pode montar seu roteiro levando em conta os mais variados fatores. Veja como ficou a minha viagem:

  • Brasil (SP) > Atenas: O trecho foi feito com a Alitália em maio de 2017, sendo que foi feita uma escala em Roma. (aprox. R$1900 reais);
  • Atenas > Mykonos: O trecho foi feito de avião com a companhia aérea Volotea. (aprox. 86 €);
  • Mykonos > Ios: O trecho foi feito de ferry boat com a empresa Hellenic Seaways. (aprox. 54 €);
  • Ios > Santorini: O trecho foi feito de ferry boat com a empresa Hellenic Seaways. (aprox. 31 €);
  • Santorini > Creta: O trecho foi feito de ferry boat com a empresa Seajets. (aprox. 68,80 €);
  • Aluguel de carro em Creta: foram 3 diárias e meia com carro. (aprox. R$420 reais – incluindo já o seguro – dividimos esse valor para 3 pessoas);
  • Creta > Nápoles: o trecho foi feito de avião com a companhia aérea Volotea(aprox. 107 €);

       Aqui eu fiz um roteiro por várias cidades da Itália, em breve trago mais detalhes a respeito dele.

  • Bolonha > Atenas: o trecho foi feito de avião com a companhia aérea Ryanair. (aprox. 140 €);
  • Aluguel de carro em Atenas: foram 2 diárias e meia com carro. (aprox. R$300 reais – incluindo já o seguro – divididos para 3 pessoas);
  • Porto de Kilini > Zakynthos: O trecho foi feito de ferry boat com a empresa Ionian Group. (aprox. 8,90 € por pessoa cada trecho e 50 € pelo transporte do carro com a ida e a volta inclusos);

Comprar ou não as passagens com antecedência para se locomover nas ilhas gregas?

Levando em conta a minha experiência pessoal, diria que é melhor comprar com antecedência por questões de planejamento. Também preferi chegar na viagem já está com todas as pendências de transporte e deslocamento pagas. Mas pelo que acompanhei nada impede de comprá-las na hora, exceto para os voos que tem seu preço ajustado conforme o tempo e a disponibilidade.

Lembro que não peguei nenhum voo lotado ou ferry boat que não tivesse muitos lugares disponíveis. Mas é importante frisar que a minha viagem aconteceu em junho, sendo que em julho e agosto a coisa pode ser diferente por se tratar de alta temporada com o verão europeu.

A viagem no ferry:

Ainda sobre os ferry boats, quando a embarcação atraca primeiro vão os pedestres. É comum um mesmo ferry ter várias paradas. O primeiro que peguei de Mykonos até Ios tinha passageiros indo também para Paros, Ios (onde eu parei), Santorini e Creta. Os funcionários geralmente orientam o local onde a mala deve ficar de acordo com o destino e recomendo levar um cadeado pois elas ficam todas amontoadas com as de outras pessoas. Parece desorganizado, mas funciona.

locomover entre as ilhas gregas

As regiões portuárias costumam ter uma pequena estrutura com lanchonete, sala de espera e, na maioria das vezes, linhas de ônibus que levam até o centro. Em Mykonos, Ios, Santorini existem ônibus que percorrem os principais pontos das ilhas desde o porto.

locomover entre as ilhas gregasO ferry é super confortável e pode ser dividido classes, sendo as mais comuns: econômica, regular e vip (acesso restrito). Na maioria deles havia poltronas confortáveis, sinal de Wi-Fi, tomadas carregadoras e janelonas bem grandes. Encontrei mesinhas no estilo avião e em outros casos mesas como de restaurante.

Cada empresa oferece determinados serviços ou não. Havia lanchonetes, serviços de atendimento ao cliente e vitrines com vários produtos.

DICA IMPORTANTE: Algumas empresas simplesmente não usam o nome das ilhas na compra dos bilhetes. Então será preciso você saber o nome do porto para conseguir efetuar a compra. Por exemplo, para Rhodes (ou Rodos) o porto e o aeroporto são encontrados pela sigla RHO.

Mas o que mais me impressionou mesmo é que quase todos os ferry eram muito rápidos e praticamente não balançavam nada! Costumo ficar mareado, mas só me enjoei um pouco na viagem entre Santorini e Creta, mesmo assim foi leve.

Aluguel de carro, moto, ATV e transporte público

Atenas:

Atenas tem dois portos, Piraeus e Rafina. Piraeus é o porto principal e Rafina fica a cerca de 30 km de Atenas, o que significa incluir mais 1 hora pelo menos aí de transfer até o Porto. Por outro lado, Rafina tem preços muito melhores que Piraeus. As siglas são PIR e RAF. O Aeroporto se chama é Elefthérios Venizélos e a sigla é ATH.

locomover entre as ilhas gregasLeia também: Como ir (e voltar) do Aeroporto de Atenas ao centro e também a praça Syntagma

Mykonos:

Em Mykonos o destino final do ônibus no centro tanto do porto quanto do aeroporto é “Fabrika”. O porto e o aeroporto levam o mesmo nome da ilha e a sigla é JMK. Mas eu acabei desfrutando do transfer oferecido pelo hotel Myconian Korali que já estava incluso nas diárias tanto do check in quanto do check out.

locomover entre as ilhas gregasLeia também: Onde ficar na ilha grega de Mykonos: conheça o Myconian Korali 

Em Mykonos aluguei uma scooter (eles chamam de bike) por 12 euros a diária, sendo que alguns lugares exigiam habilitação que podia ser a CNH brasileira mesmo. Uma moto de mais cilindradas custava 20 euros e um carro custava em torno de 40 euros a diária.

Ios:

Em Ios tem uma linha de ônibus que sai do porto e passa pelos principais pontos, incluindo a vilinha principal que se chama Chora.

Recomendo alugar um carro negociando na própria ilha, afinal as praias mais bonitas ficam bem distantes e não há opção de transporte público até elas. Negociei na hora mesmo e acabei pagando 25 euros pela diária. Havia opção de moto por 15 euros e quadriciclo por 18 €.

locomover entre as ilhas gregas

Santorini:

Para Santorini o ônibus que leva até o centrão tem como destino final “Thira”, a região mais popular e com muitas ofertas de hotéis. Oia é a outra vilinha mais chique que fica um pouco mais distante. Em Santorini usei e abusei do transporte público, que levava a todos os principais pontos da ilha e não foi necessário alugar nenhum tipo de transporte. Confira os horários das principais linhas de ônibus em Santorini:

Mas para quem quiser saber os preços das diárias são 20 € por uma moto ou quadriciclo (que eles chamam de ATV) ou 35 € por um carro. A passagem de ônibus custava 2,30 € e muitas linhas serviam a ilha para todos os lados.

O porto em que chegam os ferries em Santorini é Athinios e a sigla é ATI. Já os cruzeiros desembarcam no porto de Skala. O aeroporto de Santorini é Thira, com a sigla JTR.

Creta:

Já em Creta, a estação rodoviária que tem linhas para as principais localidades da ilha fica bem ao lado do porto. Peguei um ônibus de Heraklion (cidade onde fica o porto e um dos aeroportos) para Chania (melhor cidade para fazer de base para conhecer as praias). Quando cheguei em Chania tinha feito a reserva de um carro para explorar melhor aquela região.

locomover entre as ilhas gregasLeia também: Ilhas gregas e as melhores praias da ilha de Creta

Em Creta é indispensável alugar um carro e recomendo verificar as tarifas da Rentcars. A ilha de Creta é enorme, com várias metrópoles e as distâncias são gigantescas para serem percorridas de ônibus ou moto, o que não recomendo.

Zakynthos:

Talvez seja a ilha que visitei com menos opções de transporte público. Quase todos os principais pontos de interesse estão acessíveis somente para carros, motos e veículos fretados. Foi o único lugar onde utilizei exclusivamente o carro para me deslocar e não arrependo nem um pouco.

Como já disse, aluguel o carro no Aeroporto de Atenas, não deixe de verificar as tarifas da Rentcars. Dali mesmo já pegamos a estrada (todas largas, bem sinalizadas, quase sempre retas e com muitas pistas). Segui viagem até o Canal de Corinto. O percurso levou cerca de uma hora. Parada obrigatória, seja para admirar a magnífica obra feita pelo homem para encurtar a passagem de embarcações, seja para mergulhar de cabeça no Bungee Jump da Zulu Bungy que ali se encontra.

Esse foi um dos momentos que mais esperei na viagem e certamente um dos que mais me marcou. Foi minha primeira vez saltando. Paguei 80 euros pelo salto e em breve conto mais detalhes da experiência.

Dali, seguimos até o porto de Kilini, local onde pegamos o ferry boat até Zakynthos. O segundo trecho levou 2 horas e 30 minutos. Esse foi único ferry boat que não compramos antecipadamente e conseguimos uma boa promoção comprando a ida e volta juntos.

CONCLUSÃO:

Ao final achei que valeu muito a pena ter alugado o carro, sendo que devolvemos o veículo no mesmo local lá no Aeroporto de Atenas.

locomover entre as ilhas gregas

Uma curiosidade é que na Grécia gasolina comum chama-se unleaded. Mas se você falar gasoline eles também vão te entender. E fazendo as contas, ao final, gastamos 68 euros com gasolina (valor que foi dividido para 3 pessoas, logo 22,60 pra cada) pra ir e voltar a Zakynthos e ainda circular pela ilha. Foi, sem dúvida, a ilha mais barata entre todas que visitei e onde encontrei algumas das praias mais bonitas da viagem, incluindo a Navagio Beach. Pretendo voltar em Zakynthos um dia.

Aeroportos

Viajar de avião pode ser muito cômodo e prático. Como listado pelo site Idealo, a Grécia possui 39 aeroportos. Portanto é muito fácil chegar a muitos lugares do país voando, seja da própria Grécia ou de países da Europa.

É mais comum encontrar voos saindo desde Atenas para as ilhas e raro conseguir voar de uma ilha para a outra sem ter que fazer uma escala em Atenas, creio que em razão da demanda de passageiros. As principais cias aéreas que operam por lá são: Aegean, Olimpic, Sky Express, Astra Airlines, Easy Jet, Ryan Air e Volotea. 

locomover entre as ilhas gregas

De qualquer forma, você pode utilizar o Rome2Rio para simular suas rotas e descobrir qual o melhor jeito de chegar em qualquer lugar!

Agora que você já sabe tudo sobre como se locomover entre as ilhas gregas espero que faça uma boa viagem e desfrute desse país encantador.

Gostou do artigo? Então faça suas reservas aqui pelo blog! Clique nos links abaixo e não pague nada mais por isso. Com a sua ajuda nós recebemos uma pequena comissão e fazemos mais conteúdo de qualidade. Clica, vai? 🙂 

Adquira aqui: chip internacional melhores ofertas de hotéis | alugue um imóvel e sinta-se como morador local | passagens aéreas em promoção | seguro viagem | aluguel de carro | pacotes em promoção | viagem com milhas

Até logo!

45 comentários em “Como se locomover entre as ilhas gregas: ferry boat, carro e avião”

  1. Camila Neves

    Adorei o post, as fotos são incríveis! Eu sempre sonhei em conhecer a Grécia, mas nunca me toquei de que, além da passagem, deveria pagar o transporte entre as ilhas D:

  2. Demais excelentes dicas! Espero um dia ter a oportunidade de conhecer estas maravilhas! Quando isto acontecer, com certeza saberei onde encontrar as melhores informações.

  3. Nossa, o post não poderia ser mais completo! Amei! Adoro saber todas as possibilidades possíveis e comparar o custo benefício e o post super ajuda, parabéns!

  4. Viviane Carneiro

    Adorei as dicas! Tenho muita vontade de conhecer a Grécia e suas ilhas paradisíacas. Esse post é uma ajuda e tanto pra montar o roteiro.

  5. Excelente! Estas informações são fundamentais quando estamos planejando uma viagem, principalmente quando o destino é desconhecido. Quanto mais detalhes, como os encontrados aqui, melhor. Grécia está lista, mas não sei quando será possível. De qualquer modo muito bom saber desde já de todas estas possibilidades.

  6. A Grécia é um país fantástico, qualquer que seja o modo de locomoção. Mas essas dicas facilitam bem a logística, poupando-nos tempo e dinheiro 🙂 Importa é voltar!

  7. Ótimas dicas. Estou pensando em fazer Atenas-Santorini e Santorini-Mykonos em JUNHO/2018. Pretendo ir de Atenas para Santorini de avião, e Santorini para Mykonos por Ferry.
    Tenho dúvidas sobre qual Ferry pegar, pois já li que os Ultra-rápidos o pessoal fica enjoado(minha mulher enjoa até em elevador, rsrs). O ferry que você pegou era desses Ultra-rápidos(2:30 h de trajeto) ou aqueles mais lentos? Quantas horas demora de Santorini à Mykonos no mais lento?
    Obrigado!

    1. Viajei nesse mesmo período Juliano e foi em um speed boat sim. Eu enjoo bastante e a viagem foi muito tranquila, praticamente não balançou. Mas por via das dúvidas, recomendo tomar um plasil e tentar curtir. Abs

  8. Tarcisio Rangel

    Gostaria de sugestão o Turisteiro sobre quantos dias devo reservar para cada um destes pontos: Atenas, Mykonos, Santorini e Zakyntos, considerando doze dias de viagem.

  9. Olá, Amilton. Como vai. Estou procurando informações na internet sobre o ferry de Athens -Mykonos e encontrei seu blog.
    Eu sinto MUITO, MUITO enjoo mesmo quando estou em barcos, ferries etc. vc aconselha ir de avião da ilha pra capital ou acha q vale a pena arriscar a balsa.
    Obrigada pela atenção

    1. Oi Julia! Aconselho o avião sobretudo porque é mais rápido e praticamente o mesmo preço se comprar com certa antecedência. Desejo que faça uma boa viagem! Abs

  10. Jéssica Assuncao

    Oi Amilton, estou querendo ir pra Grécia ano que vem e tinha pensado em alugar um carro em Atenas, quando eu chegar, mas ai o problema é como transportar ele até as ilhas. vc acha melhor alugar o carro por trecho conforme necessidade? Alugar em atenas e devolver em Atenas depois vou pra Mykonos e alugo novamente e devolvo no mesmo lugar, o que vc acha?

    1. Acho muito melhor… até pq de Atenas pra Mykonos o melhor jeito é ir de avião. Se vc pagar a diária do carro em cada ilha vai ficar muito mais em conta do que pagar para transportá-lo entre as ilhas (o carro tem um custo pra ser levado no ferry).

  11. cristiano v

    Otimas dicas, otimo post! recente e bem completo sobre esses deslocamento.
    Estou com uma dúvida, quer ir de Santorini–>Milos de Ferry agora em junho de 2019, mas ouvir dizer que atrasam que sao desorganizados, principalmente e empresa SeaJets. Sabe algo sobre isso.

    Qual site mais seguro para comprar passagens de ferrys?

    Valeu. Show de bolas todas as fotos e informações! Go to Greece!

    1. Cara, eu tinha ouvido sobre a desorganização, mas isso só acontece na hora do embarque onde todo mundo quer entrar de uma vez. Teve também pequenos atrasos, mas nada demais. Você pode comprar no site da própria empresa e trocar o voucher na hora, sem stress! Aproveite a viagem e obrigado pelo seu comentário. Abs

  12. PAULO REGO

    Excelente post! Dicas de ouro! Vou em maio próximo para Atenas, depois Creta, Santorini e Mykonos. Depois de Lê o teu post resolvi comprar todos os trajetos entre as ilhas antecipadamente.

  13. Oi Amilton! Em Mykonos é possível usar transporte público para visitar os principais pontos turísticos como você fez em Santorini?

    1. Em Mykonos o transporte público funciona muito bem, assim como Santorini. Só mesmo algumas áreas que vale alugar uma moto pra ir, mas os mais conhecidos tudo da pra fazer de busão msm. Abs

  14. Obrigada pelas dicas! Eu e meu esposo vamos para Grécia no final de maio e tenho uma dúvida: vamos fazer as ilhas jônicas (cefalônia/zante) e sairemos de zante para Santorini. Vimos o ferry DIONISIOS SOLOMOS, já ouviu falar? Estamos pesquisando retornar à Atenas e depois seguir para Santorini, mas estamos em dúvida pois apesar de serem 9h no ferry, não teríamos de ir para aeroporto.

    1. Oi Dani, obrigado pelo seu comentário! Não conheço essa companhia, mas se tiver as informações lá provavelmente é isso mesmo. Talvez seja uma boa considerar um voo não acha? Dá uma pesquisada nos preços, de repente vale a pena. Abs

  15. Kamila Ferrari

    O melhor post até agora sobre deslocamento na Grecia!! Vou em julho para Kefalonia, Zakynthos, Myk e Santorini, porém não dirijo…. voce acha que em Zakynthos consigo me locomover de scooter ou ATV?

    1. Puxa, que alegria ver o seu comentário! Então, da pra usar scooter em Myk e Santorini. Nessas duas o transporte público é bem bom e leva nos principais lugares. Agora em Zakynthos eu vi muita gente com ATV, mas lembro que era quase o valor da diária de um carro aí como eu tava em 3 pessoas achamos melhor alugar um carro msm… Nessa última o transporte público já não era tão eficiente assim. Qualquer dúvida é só chamar. No mais, boa viagem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima